quarta-feira, 27 de abril de 2016

Primeiro Bimestre

O primeiro bimestre, foi um bimestre muito corrido e movimentado, mas que no ano passado, rsrs... Porém foi um bimestre de readaptação a escola e aos professores, foi um adaptação dos alunos novos e  até dos velhos alunos rsrs..  Foi uma correria mais valeu a pena.. Agora que venha este segundo bimestre, tenho certeza que será mais correria que o primeiro... 

-De: Taís Taciana.
-Postado por: Taís Taciana 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Nossa Raiz

A árvore simboliza a nossa raiz, o nosso crescimento, ao longo do decorrer do nosso ano letivo. Em cada uma das folhas da árvore está escrito uma palavra, que defina a pessoa que escreveu e quando acabar o ano letivo nos vamos ver, o que mudou.




                                              -Beatriz, postado por Laís

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Haicai pra baixo

Um país
Onde o seio da nação
Verte sangue em vez de leite
                   - Ivor

Meu País

País da alegria
País da humildade
Onde na política
Tem mais lixo que na praia da cidade

Cheio de trânsito e caos
Vou para a praia
Ver o mar
Surfar e melhorar meu astral

País do samba
País da feijoada
Na letra do samba
Tem mais orgias que na internet de casa

Cadê a alegria?
Cadê o amor?
Onde o ladrão
Tem mais valor que o doutor
                       
                                     poema de Matheus Grossi, postado por Ivor

quinta-feira, 21 de abril de 2016

O quarto Reich

Passei parte da madrugada assistindo o filme alemão Ele está de volta, no qual Adolf Hitler é magicamente transportado à Berlim de 2014, e crê com todas as forças que o destino o havia mandado a essa época para cumprir sua missão (a de instituir a raça ariana no mundo). 
    Ao longo do filme, ele expõe seu pensamento a muitas pessoas, chegando a aparecer na televisão alemã, e, embora todos no filme creiam que ele é um comediante que imita Hitler, suas palavras são levadas a sério pelo povo alemão, sendo Hitler adorado na Alemanha atual, que passa por maus bocados na política, na economia e no IDH.
    A frase que mais me tocou no filme foi dita pelo próprio führer: "Não vai se livrar assim de mim. Eu sou parte de você, e sou parte de todo o povo alemão."
   A questão é: seriam as pessoas, não só as alemãs, tão extremistas a ponto de apoiar um regime ditatorial e assassino, crendo que tal monstruosidade seria a solução para a situação de uma nação?
    Pois bem, vemos o que acontece na política brasileira, onde muitos chamam de mito a um homem que defende uma ditadura e apoia um regime opressor e agressivo, seguindo ideias machistas, racistas, homofóbicas, despóticas e sádicas. 
   Será que, se Hitler voltasse à vida nesta época, ele realizaria seu sonho? Será que nós, supostos defensores da democracia, permitiríamos a instituição do Quarto Reich? Vimos que a humanidade é capaz de tudo.
                   - Ivor

terça-feira, 19 de abril de 2016

Uma amostra da antologia poética

Ester

Vem! no teu peito cálido e brilhante
O nardo oriental melhor transpira! ...
Enrola-te na longa cachemira,
Como as Judias moles do Levante.

Alva a clâmide aos ventos — roçagante...
Túmido o lábio, onde o saltério gira...
Ó musa de Israel! pega da lira...
Canta os martírios de teu povo errante!

Mas não... brisa da pátria além revoa,
E, ao delamber-lhe o braço de alabastro,
Falou-lhe de partir... e parte... e voa...

Qual nas algas marinhas desce um astro...
Linda Ester! teu perfil se esvai... s'escoa...
Só me resta um perfume... um canto... um rastro...

                                                  (Castro Alves)            

                   - Ivor                        

sábado, 16 de abril de 2016

Haicai

Apesar da essência etérea da qual estou impregnado
O que eu consigo usar de mim revela
Que estou com fome
                   - Ivor

novidades

Gente, estamos projetando uma linda antologia poética! E uma linda peça de teatro! E dois saraus! E uma feira cultural! E uma revista cultural feita a partir deste blog! E uma pá de conto gótico fantástico! E no mínimo sete artigos de opinião baseados em livros, filmes e contos (sete por aluno)! E um partido político! E nuggets!
                   - Ivor

Grêmio Estudantil

Durante esse mês, três chapas concorreram ao comando do grêmio estudantil: União Estudantil, Nova Geração e Power Teens. A Power Teens ganhou. Mas ganhou pelo carisma, pelo nome eloquente em uma língua universal, pela veemência com a qual os integrantes mostraram as propostas, pela firmeza no debate ou pelas próprias propostas? 
    Não há como deixar de notar que as propostas das três chapas foram bastante parecidas, com poucos diferenciais, porém esses diferenciais fizeram jus ao nome: fizeram a diferença. Mas qual diferença? Seria o modo de expor as propostas o principal motivo da vitória?
      Apesar dessa dúvida, não há como negar que os integrantes da chapa são alunos que querem melhorias na escola, e que vão tentar cumprir suas propostas, até porque se beneficiariam também com elas. E que as promessas sejam cumpridas, as mudanças sejam efetuadas e haja paz e satisfação na escola, afinal, este é um país democrático. Por enquanto, pelo menos.
                   - Laís e Ivor

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Exposição Artística

Semana passada tivermos uma exposição artística  muito interessante no 1°F, onde os alunos tiveram que criar uma arte que tivesse algum significado pessoal para eles. A exposição abordou temas como a decepção, o sofrimento e o falso prazer, e mostrou o terror de fazer parte de uma geração na qual quem foge da ilusão de felicidade sofre mais do que os que a vivem, sendo a ignorância a chave para uma vida de satisfação e o conhecimento fonte de escuridão para a alma, ao contrário do que muitos dizem, dizendo apenas para manter tal ilusão.



                - Laís e Ivor

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Haicai

Numa colcha de retalhos
Costuradas são
As nossas vidas
           - Ivor

quinta-feira, 7 de abril de 2016

...

"A sociedade deve nos carregar ou nós devemos carregar a sociedade?"
                      - Professora Luzinete
      - Postado por Ivor

Haicai

Cabelo não sente dor
Quem sente dor
É o coração
     - Ivor

Atualizando

Boa noite, leitores do blog. Em nossa escola já começaram a montar as chapas para o Grêmio Estudantil. Isso mesmo, não sabemos os nomes ainda, mas assim que saírem mais informações nós estaremos informando vocês. ("Estaremos informando"?)
    (Ah, e não haverá mais ordem para os haicais. Agora é quando a gente quiser.)
            - Laís e Ivor

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Teatro, gente!

Gente, o que seria ver uma versão de vinte minutos de seu filme favorito, sendo encenada por no máximo oito adolescentes, dentro de uma sala de aula e sem cortina? O máximo, é claro! Seria como uma sinfonia tocada por um cara no cavaquinho! Uma sinfonia inteira! Um cara que ainda está aprendendo o cavaquinho! Que perfeito, não? (Na verdade, vai ser bem legal, porque vai ser bem adaptado.)
              - Ivor

...

Dizia Almeida Garrett: "um homem rico e abastado custa centos de miseráveis". Mesmo no meio do século XIX, Garrett sintetizou nessa frase o zeitgeist da Era Contemporânea, e é possível encurtar ainda mais esse pensamento, nas palavras do rapper Emicida: "cabeças viram degraus".
        - Ivor

Haicai

Calmo o dia
Calma a noite
Agitada a minha alma
      - Ivor

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Haicai

Nossos pensamentos
São como ondas do mar
Vem e vão.
      - Laís Santos Ribeiro